Loodo

Loodo é um weblog licenciado pela Creative Commons License. Se você quiser usar nosso conteúdo no seu blog, site ou revista,
é só nos avisar e colocar o link para a Loodo, mantendo o conteúdo original do post, com todos os textos e links.

Criado com Wordpress

Loodo
© 2008 All Rights Reserved.

23 mar

Salão de JogosImagem não é nada

  • 6 COMENTÁRIOS

Em tempos de jogos com potencia gráfica cada vez maior e possibilidades imersivas cada vez mais profundas ainda existe espaço para bons jogos feitos usando recursos limitados e sem investimentos milionários.

A lista de hoje inclui bons jogos feitos com muito pouco em termos técnicos, emulando visual dos tempos de atari até o nintendinho. Mas isso não significa de jeito nenhum jogos pobres ou chatos.

Cave Story (Studio Pixel)

Cave Story. Um RPG de plataforma das antigas. Alguns equipamentos, sem maiores customizações, algumas opções de armas e segredos bem escondidos. Ótimo jogo, para download para PC e outros suportes (Mac, Linux, Nintendo DS, Xbox Live, PSP e GP2X).

Knytt Stories (Ninfflas´ Games)

Outro jogo da mesma linha de exploração de cenário com o uso de algumas habilidades adquiridas durante o jogo. Com uma história muito simples e uma engine aberta para a execução de novos jogos/fases Knytt Stories já possui algumas “expansões”. Disponível para download.

Dino Run (Pixel Jam)

O objetivo desse jogo é escapar da extinção! Você controla um dinossauro (um velociraptor parece) e deve correr sem parar em cada estágio para achar abrigo e sobreviver ao fim da  sua espécie. Possui pedaços de DNA escondidos pelo cenário que servem para desbloquear diversos conteúdos.

Don´t Look Back (Distractionware)

Jogo em flash de plataforma estilo atari com diversos desafios. Emula a história de Orfeu e Eurídice da mitologia grega. Também tem opção para download.

The Majesty of Colors (Gregory Weir)

Jogo conceitual com cinco finais diferentes. Fala sobre descoberta e relacionamento com o desconhecido de um ponto de vista interessante e inusitado. Curto o suficiente para você ficar tentando obter todos os finais se desgastar ou cansar.

Gravitation (Jason Rohrer)

Outro jogo conceito. Bastante abstrato apesar de usar personagens, é mais uma experiência do que um jogo no sentido mais absoluto. Disponível para download.

Meat Boy (Team Mic)

Plataforma em flash de tentativa e erro, é constituído de uma série de mini-fases que podem ser superadas em no máximo 5 minutos, isso é claro se você não morrer. Possui uma história cliché com personagens muito bizarros. Também tem uma série de finais e personagens desbloqueáveis além de um editor de fases. Possui uma expansão com as melhores e mais difíceis fases produzidas nesse editor.

N: The way of the Ninja (HarveyCartel)

Proposta similar a Meatboy, mas com algumas diferenças cruciais, como uma barra de vida que diminui continuamente e precisa ser constantemente recarregada. Possui muitos níveis(900) separados em grupos de 10, que tem de ser vencidos em seqüencia. Também possui editor de fases e outros extras. Disponível para download para PC, Mac, Linux além de possuir uma versão (n+) para Nintendo DS, PSP e XBox LiveArcade.

Punishment (Messhof – Mark Essen)

Um jogo de plataforma terrível como o mainstream não faz mais. Pura tentativa e erro. Errou? Tente outra vez. Desde o princípio. Envolve um certo prazer masoquista. Mas é muito bem executado e extremamente simples. Disponível para download.

Leaft 4k (Markus Persson)

Isso é minimalismo. Uma versão do recente Leaft 4 Dead só que usando apenas 4 KB! Produzido para a 2009 Java 4k Competition, que possui justamente a proposta de produzir jogos com esse limite de dados, provando qeu um jogo não precisa de graficos complexos para ser boa diversão.



6 comentários para “Imagem não é nada”

  1. Daniel "Talude" Paes Cuter

    Senti a falta do LaBrute, que apesar de vc praticamente não jogar, tem muitos aqui no Brasil que jogam

  2. Bonifacio Segundo

    Eu já havia jogado o Don’t Look Back antes. Não gostei da idéia de vocês contarem sobre a referência a Eurídice e Orfeu. Estraga um elemento muito importante e especial do jogo.

  3. Barba

    Dino Run reina supremo, especialmente porque tem um modo multiplayer.

  4. Caetano

    Opa, desculpem a demora em responder.
    Daniel, La Brute ficou de fora por ser bonitinho demais. A lista era sobre jogos simples ao extremo (apesar de Cave Story e Dino Run serem mais bonitos graficamente que os outros)

    Bonifácio, o conceito do jogo é esse. Não imaginei que estaria fazendo nenhum spoiler ao dizer do que se tratava.

  5. Tonho Da Mala

    Cave story é simplesmente genial , conheci no começo do ano, ultrarecomendado . como faz pra pegar o final D no majesty of colors?

  6. Moda 8 Bits « vertenteinsana

    [...] muitos outros por aí, a Loodo fez um post exclusivo sobres jogos simples com visual retrô, vale a pena dar uma [...]

Deixe um comentário

Sejam bem vindos!

Apesar da maior parte das pessoas se referir a ludo como aquele jogo de tabuleiro quadrado, que tem um percurso em forma de cruz; a palavra - que vem do latim "eu jogo" - é um sinônimo para jogo.

Para manter essa abrangência, mas para não ficarmos presos ao de tabuleiro, escolhemos o nome Loodo para esse site, onde pretendemos discutir, apresentar, trazer inovações e estudar jogos, de todos os tipos e meios. Do Wii ao jogo da velha. Do fliperama ao ludo.

Quem Somos

Raphael Aleixo é programador visual, e trabalha com design de interfaces interativas faz 5 anos.

Caetano Borges é ilustrador, formado bacharel em gravura pela Escola Superior de Belas Artes da UFRJ.

Alvaro Cavalcanti trabalha com desenvolvimento há 10 anos, é formado em ciências da computação pela UNICAP (PE).


Assine as novidades da Loodo!

Nossos jogos: